terça-feira, 22 de outubro de 2013

Tecnologia para usar como moda: smartwatch

Já há bastante tempo, além de mostrar as horas, os relógios de pulso vem incorporando uma série de recursos eletrônicos, como monitores atléticos de pulsação e calculadoras. Tem até relógio com rádio-alarmes para se poder mandar um sinal de SOS em acidentes e emergências  (caso você e o relógio sobrevivam ao acidente...). No entanto, quase sempre, os fabricantes incorporavam eletrônica e software  para algumas poucas funções específicas - além de mostrar as horas, é claro - aos seus modelos de relógio.
SmartWatch da Sony

Hoje em dia a miniaturização de componentes e a diminuição do seu consumo de energia (o que diminui também o tamanho da bateria) permite fazer caber no espaço de um relógio de pulso a mesma eletrônica de um celular moderno, um smartphone. Esses relógios com capacidade de comunicação e processamento de um celular moderno são os chamados smartwatches. Sua principal vantagem é poder baixar e instalar aplicações - Apps - o que abre possibilidades infinitas para funções que o relógio pode realizar. Os smartwatches são só mais um passo na convergência de moda e tecnologia chamada de "wearable technology" tecnologia que pode ser vestida ou portada, como óculos, relógios e peças de roupa com eletrônica embutida.

miCoach Smart Run GPS da Adidas
Superada o questão da tecnologia, o desafio agora é tornar os smartwatches objetos de moda, de consumo geral, além de nichos específicos de utilização. As dua primeiras tentativas nessa direção são o SmartWatch da Sony e o miCoach Smart Run GPS da Adidas. O da Sony, que pode ser visto na foto de cima à esquerda, tem uma abordagem mais generalista enquanto o modelo da Adidas - que pode ser visto na foto da direita -  se foca mais nas aplicações esportivas. O mercado aguarda com ansiedade (vários boatos a respeito já circulam na Internet) os dois próximos possíveis concorrentes nesse mercado de smartwatches: Apple e Google.

Clique aqui para ir ao site da Sony e conhecer o SmartWatch da Sony
ou
Clique aqui para ver um artigo (em inglês) sobre o miCoach Smart Run GPS da Adidas

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Impressora "direto na roupa" dinamiza e personaliza moda

A Epson, gigante japonesa da eletrônica, lançou uma nova série de modelos de impressoras "direto na roupa" (printing directly to garments), a Epson SureColor F2000.

A impressoras desta série permitem, a partir de um desenho digital imprimir diretamente na roupa, sem passos intermediários. A tinta é depositada pela impressora diretamente na roupa, como uma impressora de papel faria uma impressão em uma folha de papel.

Até pelo custo (em torno de US$ 20.000 por impressora nos EUA) não se pode esperar que essa tecnologia vá substituir  as oficinas de silk screen ou transfer a quente, mas pode-se visualizar diversas aplicações de alta qualidade para ela, inclusive a personalização de itens, uma impressão diferente para cada peça de roupa ou cliente.

Para saber mais visite a página da série de impressoras Epson SureColor F2000 no site do fabricante.


segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Vestido feito em impressora 3D exibido na Fashion Week NY

Na última Fashion Week de Nova Iorque, agora em setembro 2013, a empresa americana MakerBot exibiu um vestido feito em impressora 3D. O modelo - que pode ser visto na foto à esquerda - foi criado pelo estilista Francis Bitonti e vai ser colocado para download no site da empresa, para quem tiver impressoras 3D poder reproduzi-lo.

A tecnologia de produzir objetos reais, tridimensionais a partir de desenhos digitais tem avançado muito e tem despertado até preocupações com segurança e copyright, pela facilidade de se fabricar produtos só a partir de desenhos digitais. A impressora 3D - como a na foto à direita - parece uma impressora de computador comum, mas usando diferentes resinas plásticas, cria objetos tridimensionais.

Para o mundo da moda em particular os recursos e materiais disponíveis ainda são muito limitados só permitindo aplicações específicas como o vestido da foto, mas é uma questão de tempo para que as tecnologias de impressão 3D avancem no sentido de materiais e texturas mais delicadas e apropriadas para calçados e vestuário. No futuro você poderá baixar - fazer download - de um modelo de roupa, sapato ou acessório e uma impressora 3D o fabricará para você em sua casa.

Clique aqui para ir ao site da empresa MakerBot e saber mais sobre impressoras 3D e Clique aqui para ver o press-release (em inglês) com mais detalhes sobre o vestido fabricado em impressora 3D apresentado na Fashion Week de Nova Iorque.

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Provador virtual de roupa na loja e no site

As tecnologias de prova virtual de roupas via realidade aumentada - a combinação em tempo real de imagens reais com virtuais - vieram para ficar e já estão sendo usadas em algumas lojas com você poderá conferir no vídeo (em inglês) abaixo.

Hoje em dia o custo e a capacidade das câmeras e computadores envolvidos no processo ainda só permite que o provador virtual esteja no ambiente da loja.

No entanto, com o crescente e incansável aumento da capacidade de processamento dos computadores domésticos e celulares, é provável que em mais algum tempo estas tecnologias sejam adaptadas aos sites de e-commerce, e você possa provar virtualmente uma roupa sem sair de casa.