terça-feira, 29 de abril de 2014

Estilistas e grifes mais pesquisados no Google.



O Google publica episodicamente os termos mais pesquisados de várias áreas. Recentemente ele publicou os estilistas e grifes mais pesquisados no ano inteiro de 2013 no mundo:


1. Versace
2. Michael Kors
3. Diesel Black Gold
4. Gucci
5. Kate Spade
6. Rachel Zoe
7. Prabal Gurung
8. Givenchy
9. Mulberry
10. Luca Luca

É interessante ressaltar que ser o mais pesquisado do Google não significa necessariamente ser o que mais vende, só mostra o interesse - a curiosidade - das pessoas que navegam na Internet.

Para saber outros itens mais pesquisados no Google visite o site Google Zeitgeist (Zeitgeist para quem não sabe é uma palavra alemã que significa o "Clima Cultural de uma Época", ou em outras palavras, o que anda rolando na mente das pessoas.)

Google + Rayban + Oakley = Tecnologia de Vestir (só que bonitinha)

Google Glass (foto divulgação da Google)
Embora a tecnologia de vestir - wearable technology:  roupas, calçados, relógios, óculos e acessórios com eletrônica embutida - seja um assunto quente na mídia, a sua adoção pelo público em geral vem sendo mais lenta dos que os fabricantes gostariam.

Um dos motivos é que muitas vezes uma roupa ou acessório com tecnologia não é bonita ou elegante o suficiente. O campeão dessa categoria é o Google Glass, óculos inteligentes que tem várias funções legais, mas que é difícil de usar sem parecer um nerd juramentado.

Uma tentaiva de corrigir isso está sendo feita pela Google. A empresa firmou uma parceria com a Luxottica - gigante italiana da fabricação de óculos. Graças ao acordo o Google Glass poderá aparecer em óculos de algumas das marcas da Luxoticca, como por exemplo Ray-Ban, Oakley, Miu Miu, Armani e outras.
E agora, espera-se, mais bonitinho.

Veja mais sobre a parceria Google Luxottica aqui (em inglês).

Veja mais sobre o Google Glass aqui.

terça-feira, 8 de abril de 2014

Moda Sideral: vote no modelito que vai ao espaço

A Nasa está preocupada com o estilo visual de um novo traje espacial para astronautas, denominado Z2, que deverá ser usado em futuras missões para a Lua e Marte.

A construção de um traje para os astronautas, desde o começo da era espacial no fim dos anos 1950, começo dos 60, sempre apresentou muitos desafios técnicos como por exemplo ser confortável e ao mesmo tempo proteger o astronauta das extremas temperaturas e pressões do espaço. No entanto nunca houve uma preocupação estética, apenas funcional. 

Agora (sinal dos tempos? o Papa é pop e a Nasa também?) a Nasa está preocupada com a aparência do traje Z-2 e lançou um concurso público na Internet para escolher seu design.

Para essa escolha a NASA criou um site onde o visitante pode escolher e votar em um dos 3 designs apresentados e a aparência externa do site será decidida pelo voto popular. Até hoje o site já 
recebeu mais de 200.000 votos. 

O site também comenta que além de votar nos 3 modelos apresentados muitas pessoas enviaram outros designs, criados por elas, mas que infelizmente terá que se restringir aos modelos apresentados, embora agradeça aos "estilistas espaciais" pelo boa vontade. 

segunda-feira, 7 de abril de 2014

Capriche no selfie e vire modelo: moda e tecnologia

A grife americana Marc by Marc Jacobs achou um jeito interessante de aumentar seus acessos e o engajamento nas redes sociais. Está fazendo via Twitter e Instagram o casting (seleção de pessoas para desfilar ou fotografar com suas roupas) de uma próxima campanha de marketing.

Basta postar seu melhor selfie (foto de si mesmo feita com o celular) com a hashtag #castmemarc. O pessoal da Marc Jacobs vai olhar as fotos e selecionar as pessoas para atuarem como modelos. Aos bonitos leitores deste blog que quiserem se candidatar a modelo, aí está a deixa... ;-)

Mais informações no site da marca: http://www.marcjacobs.com/

sexta-feira, 4 de abril de 2014

Moda para fazer o bem: o site da Kenzo

Tela de entrada do site No Fish No Nothing da grife Kenzo
A grife Kenzo,  lançou um site contra a pesca exagerada nos mares onde apresenta sua coleção de camisetas temáticas sobre o assunto.

O japonês radicado em Paris Kenzo Takada, criador da marca, já algum tempo vem se manifestando contra essa prática da pesca excessiva que já exterminou várias espécies de peixes e colocou várias outras em perigo, tanto em declarações públicas quanto em suas criações. Parte da renda da venda das camisetas vai para uma ONG de preservação da vida marinha, a Blue Marine Foundation.

Essa é uma ideia bacana que pode ser copiada pelas grifes brasileiras, adotar uma causa, produzir um pequena coleção temática e benemérita para uma fundação ou ONG e daí divulgar isso em um site bem legal. Ajuda se o site for feito pela Vendere ... ;-)

Confira o site bem legal da Kenzo: https://www.kenzo.com/nofishnonothing/