segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Tchau Adobe Flash. Foi bom enquanto durou.

Durante muitos anos o Flash, da Adobe, foi a tecnologia líder no desenvolvimento de sites com movimento e efeitos visuais. Além disso, o Flash sempre foi especialmente bom pra lidar com multimídia - som e vídeo – inclusive foi a tecnologia padrão do YouTube para exibir seus vídeos, por muitos anos.

Porém, o desenvolvimento de várias novas tecnologias, como HTML5 e bibliotecas em Javascript como Jquery, vem permitindo construir sites com recursos similares aos que o Flash oferece, mas com a vantagem de serem tecnologias abertas, públicas e não propriedade de uma única empresa.

Por essas e outras razões técnicas e comerciais, o Flash vem perdendo mercado há alguns anos e agora, em julho 2017, a Adobe anunciou que vai parar a venda e suporte do Flash até 2020 [1]. Paralelamente a isso os browsers (navegadores) mais usados Internet Explorer [2], Chrome [3] e Firefox [4] anunciaram que até 2020 irão gradualmente deixando de aceitar o Flash.

De maneira geral, o "gradualmente" quer dizer que primeiro (2017/2018) vai começar a aparecer um botão "Permite executar o Flash" (ou similar), ou ainda um de botão de instalação do Flash, na hora que a pessoa for tentar usar um site feito com Flash. Clicado no botão, aceito / instalado, os sites funcionarão.

Mais para frente (2019/2020) os Browsers vão parar de aceitar essa tecnologia, sem opções. Os sites com Flash não vão funcionar mais. O cronograma exato em que essas etapas vão acontecer varia conforme o Browser.  Coloquei abaixo links para os comunicados dos fabricantes (em inglês).

Se você tem um site parcial ou totalmente feito em Flash, a solução é refazer o pedaço, ou o todo do site se for o caso, com outras tecnologias. A seu critério, você pode esperar um pouco para fazer isso, sabendo que o possível botão de aceitação ou de instalação na hora de começar a usar o site pode desencorajar visitantes - ao ver o pedido de aceitação ou instalação o visitante pode simplesmente desisitir de usar o site, ir embora.

Se você preferir, já pode começar o processo de mudança de tecnologia do seu site. De qualquer jeito, é bom ter um plano porque mais cedo ou mais tarde os browsers mais usados vão parar de aceitar o seu site.




Os nomes Flash, Adobe e suas respectivas logomarcas são marcas registradas de Adobe Inc.

Nenhum comentário:

Postar um comentário